JAGUAQUARA - ACUSADO DE DUPLO HOMICÍDIO FOI A JÚRI POPULAR E CONDENADO A 26 ANOS DE RECLUSÃO.

05/12/2012 00:20

                  (Foto: Murilo Moura)

 

Na época foi capturado e preso por policiais de Ubaíra.

 

Nesta terça feira 04/12 ás 09:00hs da manhã, foi a julgamento no Tribunal do Júri de Jaguaquara o réu ANTONIO DOS SANTOS, 48 anos acusado de assassinar  sua ex-companheira e outro homem que seria supostamente o amante dela segundo relatos do acusado.

O crime aconteceu no dia 24 de julho de 2010, quando Antonio invadiu a casa de  MARIA CREUZA DE JESUS situada no Bairro da Malvina em Jaguaquara flagrando-a com um homem chamado EDVALDO CERQUEIRA SANTOS desconfiado da situação o acusado desferiu golpes com um pedaço de madeira na cabeça e em várias partes do corpo de MARIA CREUZA E EDVALDO. Os dois foram socorridos e levados para o Hospital Regional Prado Valadares em Jequié mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.

Segundo informações contidas no inquérito policial o réu já havia se separado da vítima mas, não se conformava de maneira alguma com o fim do relacionamento.

Após o crime cometido o acusado fugiu com destino ignorado. Mas exatamente no dia 19 de abril de 2012 ás 08:40 da manhã ele foi recapturado e preso nas proximidades do CLUBE GIRASSOL em Ubaíra. A prisão do acusado se deu em uma ação conjunta das polícias Militar sob o comando do Sgtº César e Civil sob o comando da Delegada Drª Aline o Chefe do SI Samuel Cabral. Toda esta ação foi flagrada e noticiada em primeira mão com exclusividade pelo Repórter MURILO MOURA e postada em 19/12/12 no BLOG DO MURYLLO (www.muryllo.spaceblog.br).

Em entervista ao nosso Repórter Murilo Moura o Chefe do SI, Samuel Cabral  revelou que a Polícia Civil já vinha monitorando o comportamento do individuo que segundo o agente era suspeito e ao se deparar com um mandado de prisão expedido pela Juíza da Vara Crime de Jaguaquara em nome do acusado a polícia não pessou duas vezes e agiu rápido surpreendendo o acusado onde não teve chances de fuga tendo assim êxito em sua prisão. concluiu o Chefe do SI da Polícia Civil de Ubaíra Samuel Cabral.

Desde abril deste ano que o réu se encontrava em costódia  no  Conjunto Penal de Jequié,  foi recambiado para a Delegacia Territorial de Jaguaquara nesta segunda-feira 03/12  ás 9h e sentou no banco dos réus para ser julgado pelo duplo homicídio. A sessão foi presidida pela juíza Dra. Andrea Padilha Sodré Leal Palmarella. A  sua defesa ficou na responsabilidade do advogado Tárcilo Farias e a acusação ficou à frente o promotor de Justiça Dr.Lúcio Meira Mendes. O réu  foi julgado por homicídio qualificado não dando chances de defesa às vítimas. O julgamento  que iniciou as 09:00hs da manhã foi até as 20:00hs saindo a sentença onde o réu foi condenado a 26 anos de reclusão no regime fechado.

Parentes e amigos  das vítimas  saíram aliviados do Fórum Ilmar Galvão em Jaguaquara após ouvir a sentença de condenação através de Júri Popular.

 

POR: MURILO MOURA  DRT/BA 4157


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!