BRASIL - Quem praticar furto ou estelionato no país vai ficar menos tempo na cadeia

12/12/2012 20:48

 

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (12/12) proposta que reduz as penas dos crimes contra o patrimônio cometidos sem violência, como furto e estelionato. O objetivo é “corrigir uma desprorcionalidade da legislação, que hoje dá mais relevo a esses crimes do que a outros cometidos contra a vida”, afirmou o relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ). Entre outras medidas, a proposta reduz os limites da pena para o furto simples, que passam a ser reclusão de seis meses a dois anos ou multa. Atualmente, essas penas variam de um a quatro anos e multa. A medida está prevista no Anteprojeto 3/12, da Subcomissão Especial de Crimes e Penas, que analisa punições previstas no Código Penal para esses crimes.

Tramitação

O texto será encaminhado à Mesa Diretora da Câmara e poderá ser votado diretamente pelo Plenário. Nada impede, no entanto, que a Mesa o distribua para alguma comissão, se assim considerar necessário.

Fonte: Voz da Bahia/Tribuna

Por: Murilo Moura DRT/BA  4157


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!